Recepção de Batina e Primeira Tonsura

No dia 24/03, terceiro domingo da Quaresma, seis seminaristas receberam a batina e cinco a tonsura, pelas mãos do Exmo. Bispo Administrador Apostólico, Dom Fernando Arêas Rifan, na igreja da venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, em Campos dos Goytacazes.

A cerimônia se realizou às 10h e contou com a presença dos familiares e amigos dos seminaristas que receberam o hábito eclesiástico ou a primeira tonsura clerical. Estiveram também presentes numerosos paroquianos das igrejas de nossa Administração Apostólica, religiosas e muitos visitantes.

Ambas as cerimônias possuem o caráter de morte para o mundo e de dedicação total ao serviço de Deus. A batina, abençoada e entregue pelo Bispo aos alunos do segundo ano de filosofia, é um sacramental que lembra a consagração que o seminarista deve fazer de todo o seu ser. Trata-se de um símbolo externo daquelas disposições internas que o consagrado deve guardar e fazer frutificar.

Confirmando a morte para o mundo simbolizada pela recepção do hábito eclesiástico, a tonsura, conferida aos alunos do primeiro ano de teologia, remonta ao corte de cabelo dos escravos em sinal de submissão ao seu senhor. Do mesmo modo, o tonsurado deve ser submisso a Nosso Senhor, recordando as palavras que ouviu no dia da tonsura: “Dominus pars hereditatis meae et calicis mei: Tu es qui restitues hereditatem meam mihi”.
Rezemos pelos seminaristas que deram mais um passo na formação sacerdotal, confiando-os à proteção da Imaculada Conceição, padroeira de nosso Seminário.

2 opiniões sobre “Recepção de Batina e Primeira Tonsura

  • 29 de março de 2019 em 17:46
    Permalink

    Foi linda a missa da recepção da batina,fiquei emocionada de ver esses jovens sendo encaminhado,eu tenho um de 19 anos mais não vai a missa e um pouco levado. Peço que rezem por ele o nome dele é Lucas

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.