Rogações ou Ladainhas Menores

Nos três dias (27,28 e 29) que precederam a festa da Ascensão de Nosso Senhor ao céu, nosso seminário fez as procissões de Rogações, ou ladainhas menores, conforme as rubricas litúrgicas da forma Extraordinária do Rito Romano.

As Ladainhas Menores são atribuídas a São Mamerto, Bispo de Vienne (França), o qual, em consequência de diversas calamidades e de um terrível terremoto que abalou o Delfinato, ordenou um solene jejum e uma solene procissão pública por três dias, as quais tinham por meta algumas igrejas dos subúrbios da cidade. Em Roma, o uso foi introduzido Leão III, no princípio do século IX, e pouco depois foi estendido a toda a Igreja, tornando-se uma das devoções mais caras ao povo.

As ladainhas são um tipo admirável de oração que faz vir em nosso auxílio todos os coros dos Anjos e todas as falanges dos Santos. A Igreja triunfante interessa-se em vir em auxílio da militante para obter a remissão dos pecados, para afastar os castigos divinos e toda calamidade e para obter bênçãos celestes sobre cada um dos fiéis, sobre as famílias, as casas e os produtos do campo.

Rogações ou Ladainhas Menores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1
Olá! Salve Maria!
Em que podemos ajudar?
Powered by